Camaradas,

No passado dia 29 de Maio de 2018 iniciamos as negociações, encontrando, uma vez mais, uma Apcor completamente alheia e insensível às dificuldades dos trabalhadores corticeiros e ao galopante aumento de custo de vida.
Ora, a proposta apresentada pela CNS (Comissão Negociadora Sindical) foi de 4%, ou seja, um aumento diário de 1,40€, reposição dos 25 dias de uteis de férias, aumento de subsídio de refeição de 0.25€ e criação de diuturnidades para valorizar os trabalhadores corticeiros mais antigos. A APCOR contrapropôs com um aumento no salário de 0.60€ diário e não negociou mais nenhuma das nossas propostas.
É necessário dizer basta à exploração, às esmolas, aos constantes ataques à dignidade de quem trabalha!!!
Está marcada uma nova ronda negocial para o dia 19 de Junho de 2018, a CNS tudo irá fazer para mostrar à APCOR que os trabalhadores são parte fundamental neste processo sendo que a distribuição dos lucros e da riqueza deve ser feita de forma mais igual!
Mas tudo isto só será possível com a união e empenho de todos os trabalhadores corticeiros, por isso, é preciso que te mantenhas disponível para, no momento certo, dares o teu contributo na luta para acabar com este retrocesso civilizacional que só favorece uma minoria em detrimento de uma maioria.

POR UMA MELHOR DISTRIBUIÇÃO DA RIQUEZA...

A LUTA CONTINUA !!!!!!

Santa Maria Lamas, 07 de Junho de 2018